Voltar para a tela anterior.

Frente Parlamentar em Defesa da Segurança Alimentar e da Agricultura Familiar será instalada na Câmara

Grupo será um espaço para acolher as demandas e apresentar alternativas construídas em conjunto com entidades


A criação da Frente Parlamentar em Defesa da Segurança Alimentar e da Agricultura Familiar foi aprovada durante a sessão desta quinta-feira (08/12) na Câmara. O documento é assinado por nove parlamentares. O vereador Lucas Caregnato/PT apresentou dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, que apontam que 30% da população brasileira vive sob insegurança alimentar moderada ou grave, o que representa mais de 61 milhões de brasileiros. O mesmo estudo aponta que destes, 15 milhões de pessoas permanecem um ou mais dias sem se alimentar. Já em Caxias, segundo o documento, há 11.855 pessoas vivendo em situação de pobreza, isto é, com renda mensal per capita mensal de R$ 105,01 até R$ 205,00. O documento aponta ainda, que a situação é agravada quando o cenário de extrema pobreza é analisado, pois 26.579 caxienses vivem nesta condição, com renda per capita mensal de até R$ 105,00.

"Uma das alternativas eficazes de combate à fome e à pobreza é o investimento em ações de promoção da Agricultura Familiar. O setor é de suma importância e assegura a segurança alimentar e nutricional da população brasileira, uma vez que é responsável por 70% dos alimentos consumidos no país", destacou Lucas.

O parlamentar lembrou ainda, que a sustentabilidade da produção e o manejo dos alimentos pela agricultura familiar, que respeita a biodiversidade e os recursos naturais, é livre do uso de agrotóxicos e disponibiliza uma produção mais diversificada e de maior qualidade. Ele destacou ainda, que a Agricultura Familiar promove o fortalecimento das comunidades ao formar teias solidárias e agroecológicas de produção, que garantem o abastecimento dos mercados locais, além de distribuir renda dentro do próprio segmento.

"O fortalecimento da Agricultura Familiar e sua inserção nos mercados têm forte relação com a instituição e efetivação de políticas públicas inclusivas, como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que incentivaram a produção e a comercialização e valorizaram o agricultor familiar, ao proporcionar o aumento da renda familiar", finalizou.

Por fim, Lucas lembrou que a Frente Parlamentar em Defesa da Segurança Alimentar e da Agricultura Familiar será um espaço para acolher as demandas da comunidade caxiense e apresentar alternativas construídas em conjunto com entidades, Poder Executivo e parceiros para combater à fome e à pobreza. Além de Lucas, assinam o documento Adriano Bressan/PTB, Clóvis Xuxa/PTB, Estela Balardin/PT, Felipe Gremelmaier/MDB, Juliano Valim/PSD, Renato Oliveira/PCdoB, Tatiane Frizzo/PSDB e Wagner Petrini/PSB.

08/12/2022 - 10:19
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Gabriel Lain - MTE 14.885

Vereador Lucas Caregnato/PT apresentou dados da ONU para Alimentação e Agricultura, que apontam que 30% da população brasileira vive sob insegurança alimentar moderada ou grave

Vereador Lucas Caregnato/PT apresentou dados da ONU para Alimentação e Agricultura, que apontam que 30% da população brasileira vive sob insegurança alimentar moderada ou grave

Crédito: Bianca Prezzi / Câmara Municipal


Últimas Notícias

Câmara recebe demandas do Sindilojas Caxias


Zé Dambrós participa da inauguração da ampliação da UTI adulto do Hospital da Unimed 


Vereadora Tati auxilia comunidade do Serrano com pedido de acessibilidade para UBS


Vereador Juliano tem demanda atendida pela Codeca


Aumento de homicídios leva Comissão de Segurança a promover reunião


Ir para o topo