Voltar para a tela anterior.

Comissão de Legislação Participativa deverá convocar a diretora-presidente da Codeca


O vereador Adiló Didomenico, que preside o grupo parlamentar, quer esclarecimentos sobre a situação financeira


A Comissão de Legislação Participativa e Comunitária, presidida pelo vereador Adiló Didomenico/PTB, deverá convocar a diretora-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), Amarilda Bortolotto. Na sessão ordinária desta quarta-feira (13/06), o parlamentar apontou para a necessidade de esclarecimentos sobre a situação financeira da empresa pública, que cuida da gestão do lixo e do asfalto na cidade.

De acordo com o vereador, não se sabe o que estaria acontecendo, de fato, em uma organização que já foi referência em coleta do lixo. “Há rumores de que será extinto o contrato de convênio com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Equívocos administrativos estão prejudicando a formação e a distribuição do quadro de servidores”, observou.

Adiló ressaltou que, em 2017, o prejuízo financeiro da Codeca chegou a R$ 7,3 milhões. Disse que, hoje, o volume já beira os R$ 10 milhões. Salientou que ainda existem lançamentos contábeis pendentes.

Também fazem parte da comissão os vereadores Arlindo Bandeira/PP, Gladis Frizzo/PMDB, Neri, O Carteiro/SD e Velocino Uez/PDT.

13/06/2018 - 14:05
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Fábio Rausch - MTE 13.707

Ir para o topo