Voltar para a tela anterior.

Luís Carlos Rossini é Cidadão Emérito


Por iniciativa da vereadora Gladis Frizzo/PMDB, liderança comunitária do Desvio Rizzo recebeu título do Legislativo


Pela atuação dedicada à comunidade do Desvio Rizzo, Luís Carlos Rossini recebeu na noite de quarta-feira (22/11) o título de Cidadão Emérito da Câmara Municipal de Caxias do Sul. De iniciativa da vereadora Gladis Frizzo/PMDB, a homenagem foi feita em sessão solene no plenário da sede do Legislativo.

Em seu pronunciamento, a parlamentar contou a trajetória estudantil, profissional e comunitária do homenageado. Lembrou dos pais, João Rossini e Lydia Lourdes Nichetti Rossini, já falecidos. Do primeiro trabalho dele, aos 16 anos, no Frigorífico Rizzo, da passagem por outras empresas, até se tornar colaborador da UCS, em 2001, na qual atuou em projetos sociais e administra o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Gladis Frizzo falou também da atuação de Rossini em ações da igreja católica e, principalmente, do trabalho comunitário no Desvio Rizzo. Citou que ele providenciou consertos de postes de iluminação pública, coordenou a Gincana Ecológica, que uniu moradores em busca de recursos para construção dos prédios da subprefeitura, creche e dos bombeiros.

A vereadora listou ainda que Rossini adotou a Lagoa do Rizzo e a praça da igreja, intensificou seu trabalho na associação do bairro e articulou a comunidade no Orçamento Participativo local e no estadual. Rossini completará 60 anos em 28 de novembro.

Das mãos do presidente do Legislativo, Felipe Gremelmaier/PMDB, o homenageado recebeu o diploma de Cidadão Caxiense. Acompanharam Felipe e Gladis na entrega os parlamentares Paula Ioris/PSDB, 1ª secretária da Mesa Diretora, Ana Corso/PT, Alceu Thomé/PTB, Flavio Cassina/PTB e Velocino Uez/PDT. Também estavam presentes familiares e amigos de Luís Rossini,  a maioria, moradores do Desvio Rizzo.

Da tribuna, o homenageado agradeceu, mas atribuiu o reconhecimento a todas as pessoas que colaboraram ou colaboram no trabalho comunitário do Desvio Rizzo. Também fez referência ao esforço de moradores e famílias pioneiras do bairro.

O Cidadão Emérito discursou que fazer o bem e trabalhar por uma sociedade melhor não deveria ser motivo de homenagem, porque é o mínimo que se espera de um cidadão.

O presidente do Legislativo observou que no plenário estavam Guiovane Maria e Rosane Hambsch, ex-vereadores de correntes políticas distintas, assim como a vereadora Gladis Frizzo, um indicativo que o trabalho do homenageado é admirado por pessoas de todas as correntes, independentemente de partido.

Em nome do Poder Executivo, o secretário de Habitação, Elizandro Fiuza, declarou que Rossini é um exemplo de pessoa vocacionada a ajudar a comunidade. Ressaltou que a história dele mostra como é possível acreditar em uma nova política, com pessoas solidárias independentes de partidos.

23/11/2017 - 11:18
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Clever Moreira - 8697

Ir para o topo